Tenho interesse em

mostrar menos

Entre em contato

(43) 3367-2000

Busca de Imóveis

Casa ou Apartamento: qual a melhor opção?

16 de abril de 2018

Casa ou Apartamento: qual a melhor opção?

Quem deseja um novo lugar para morar, principalmente quem está decidindo isso pela primeira vez, tem muitas dúvidas com relação à aquisição. Entre os questionamentos estão os assuntos que envolvem os gastos com o empreendimento. Definidas as questões financeiras, agora você está em condições de começar a procurar o seu primeiro imóvel. Mas que tipo de lar você deve escolher nesse momento: uma casa ou um apartamento?

Para responder a essa pergunta você deve analisar, antes de tudo, o que você realmente espera de um imóvel. É necessário considerar, além dos custos, as vantagens e as desvantagens que cada opção oferece, que devem estar alinhadas ao seu perfil.

CASA

Em uma casa, há mais espaço e maior autonomia para viver de acordo com as suas próprias regras do que haveria em um apartamento. Ali o que valem são as suas próprias preferências. Assim, você terá maior privacidade e liberdade para criar animais e receber amigos, por exemplo, sem ter tanta preocupação com horários, com barulho e com vizinhos tão próximos.

Ao mesmo tempo, você não terá que conviver com os hábitos de outras pessoas e com os incômodos que elas provocam. Porém, se você quer usufruir dessas vantagens, se prepare para arcar com os custos que uma casa normalmente implica, considerando os gastos com manutenção, consumo de energia e água, IPTU, investimento em segurança, entre outros.

APARTAMENTO

Os pontos altos dos apartamentos estão na praticidade e na maior segurança que oferecem. Afinal, quando você mora em um condomínio, há uma infraestrutura melhor de proteção e mais pessoas à sua volta. Assim, basta você trancar a porta de entrada para ter uma tranquilidade maior de que tudo estará mais seguro do que estaria em uma casa. Além disso, como o espaço é menor e as despesas comuns do condomínio são rateadas entre as várias unidades, os gastos com um apartamento normalmente são menores do que aqueles que existiriam em uma casa.

Por outro lado, se você optar por morar em um apartamento, lembre-se de que terá que conviver com os hábitos de outras famílias, considerando que elas viverão relativamente próximas a você, inclusive compartilhando os espaços comuns. Além disso, você também precisará ter a disposição para atender às regras do condomínio.

IMÓVEL NA PLANTA, NOVO OU USADO?

Imóveis na planta

Quando falamos de um imóvel na planta, estamos nos referindo a uma promessa de algo que será construído e que ainda não pode ser visto fisicamente. Portanto, antes de tudo, é essencial que você tenha plena confiança na construtora responsável pelo empreendimento e que saiba exatamente o que está adquirindo. Cumprido esse pré-requisito, você pode pensar nas vantagens de comprar um empreendimento na planta.

Uma delas está na possibilidade de você interferir no acabamento ou mesmo na distribuição dos cômodos durante a obra, evitando as reformas que você teria que fazer para adequar tudo ao seu gosto. Além disso, existem boas condições de pagamento que, geralmente, são facilitadas pelas construtoras, e a possibilidade de pagar menos do que pagaria se o imóvel estivesse pronto. Porém, essa opção só é interessante para quem está comprando com bastante antecedência e não precisa se mudar logo.  

Imóveis novos

Há quem valorize bastante a sensação de ser a primeira pessoa a ocupar um imóvel. Se você está nessa categoria, a compra de um imóvel novo terá um significado especial. Você poderá preparar tudo à sua maneira, deixando os ambientes na medida das suas necessidades e vontades. Além disso, se você não tem dinheiro para pagar à vista, é importante levar em conta que um imóvel novo pode ter até 90% do seu valor financiado.

Por outro lado, além do preço mais alto do imóvel, será preciso investir na instalação de itens que muitas vezes não acompanham os imóveis novos, como armários, luminárias, entre outros.

Imóvel usado

Comprando um usado você terá acesso a valores mais baixos do que aqueles praticados para imóveis novos semelhantes. Nesse tipo de compra você também tem mais chances de encontrar opções com área construída maior, cômodos mais amplos e até com padrão construtivo mais elevado do que oferecem os imóveis novos na mesma faixa de preço. Ainda, cabe considerar que você também poderá economizar com a instalação de armários e de outros itens já existentes, se eles estiverem em bom estado e forem suficientes para você.

Agora que você já conhece a diferença entre os tipos de domicílio, analise qual pode ser a melhor opção para o seu tipo de perfil e suas necessidades.

Fonte: http://www.vivareal.com.br/blog/dicas-compra/10981/